segunda-feira, 5 de outubro de 2009

Coautoria – uso do blog na educação e a pedagogia do parangolé

Você sabe o que é um blog?


Segundo a professora Marli Fiorentin, aluna da 1ª versão do curso Especialização em Tecnologias em Educação, gaúcha e blogueira de primeira, “Blog é uma ferramenta de autoria e co-autoria, onde através da interação construímos conhecimento de forma colaborativa. A condição essencial para que ocorra a interação é a divulgação do blog.”
Ainda segundo a blogueira, nossa convidada a interagir neste blog, é através deste gênero virtual que o educando pode se tornar autor, participar das discussões, inclusive lançando desafios e questionamentos. Cria-se um espaço de construção do conhecimento.
Pensando neste aspecto, por que não associar o uso do blog na educação e a Pedagogia do Parangolé. Você sabe o que é Pedagogia do Parangolé?
Quem fala sobre este conceito é Marcos Silva. Ele diz que esta concepção de arte – Parangolé - (ou "antiarte", como preferia seu criador Hélio Oiticica), inconcebível fora da perspectiva da coautoria, tem algo a sugerir a cada um de nós professores... Ou seja, numa perspectiva da coautoria que caracteriza o parangolé, o professor propõe o conhecimento. Não o transmite...Ele propõe o conhecimento aos estudantes, como o artista propõe sua obra ao público.
Exatamente como no parangolé, em vez de se ter obra acabada, um blog tem apenas seus elementos dispostos à manipulação. Cabe ao professor disponibilizar um campo de possibilidades, de caminhos, lançando mão de elementos a serem acionados pelos alunos. Um blog deve ser um espaço aberto a ampliações, a modificações vindas da parte dos alunos.
Elizabeth Haier Maia Melo

Para saber mais sobre a Pedagogia do Parangolé acesse a Entrevista com Marco Silva em http://www.youtube.com/watch?v=eHKF0VFEwp8

Você possui alguma experiência com o uso do blog enquanto ferramenta de coautoria? Registre o seu depoimento em nosso blog!

Para saber mais sobre o uso de blogs:
A professora Marli Fiorentin nos indicou uma série de exemplos de blogs desenvolvidos por ela, de matérias veiculadas na mídia respeito do tema, a monografia (TCC) da Especialização.

http://blogosferamarli.blogspot.com - blog pessoal que contém link para outros blogs e espaço para divulgação das idéias da professora e interação com outros professores, principalmente.
http://voobpf.blogspot.com - blog colaborativo entre Brasil, Portugal e França - vencedor concurso Microsoft 2008. (1º lugar Brasil e América Latina, 3º lugar no mundial).
http://especializacaotecnologiasemeducacao.blogspot.com/ - blog que desenvolveu para registrar conteúdo do curso da PUC.
No momento, ela desenvolve com alunos os seguintes blogs:http://rotasonho.blogspot.com - Aprofundamento dos conhecimentos da viagem realizada ao Rio e Minas Gerais (cada grupo de alunos construiu o seu blog).
http://debaixomautempo.blogspot.com - projeto colaborativo com outras escolas de Charqueadas - RS baseado num livro lido pelas turmas envolvidas.
Matérias diversas a respeito do tema:
http://arrobaeduc.terapad.com/index.cfm?fa=contentGeneric.koyrejnbexajjxguMonografia desenvolvida por Marli e seu grupo para a conclusão da Especialização do curso de Tecnologias:http://arrobaeduc.terapad.com/resources/4489/assets/documents/monografia.pdf
Elizabeth Haier Maia Melo

18 comentários:

  1. Olá Beth e demais membros do G4C:
    Eu sou formadora do ProInfo Integrado aqui no município de Guarulhos e trabalho com meus cursistas sobre as TIC e o seu uso na Educação. Um dos encontros mais polêmicos foi sobre o uso dos Blogs na Educação, e um dos cursistas encontrou este artigo em uma página da internet, que achei bastante interessante:
    -Professor "Blogueiro", que pode ser lido em: http://www.universia.com.br/docente/materia.jsp?materia=14193.
    Quanto as desvantagens, foi citado os seguintes pontos:
    - o aluno não possuir o computador em casa.
    - o aluno ficar intimidado em expor suas idéias (talvez por insegurança).
    - o aluno não escrever de forma correta, etc...
    E essas desvantagens foram debatidas e chegou-se a conclusão de que esses problemas só vão ser sanados se a escola propiciar cada vez mais acesso aos alunos ao Laboratório de Informática, com o acompanhamento do seu professor.
    No curso: Tecnologia na Educação: Ensinando e aprendendo com as TIC (100h), utilizo um Blog que foi criado para que pudesse postar as atividades presenciais e a distância dos encontros realizados. Juntamente com esse Blog, as turmas criaram seus Blogs, para que colocassem as atividades realizadas. O endereço dos Blogs é: http://proinfo100hguarulhos.blogspot.com
    http://proinfo-guarulhos-turma1.blogspot.com
    Espero ter contribuído e boa sorte a todos. Bjks, ANA REGINA DE ALMEIDA

    ResponderExcluir
  2. Olá colegas,
    Sou professora formadora do Pólo Juiz de Fora e desde o nosso encontro presencial do Curso de Especialização em Tecnologias em Educação,juntamente com a professora formadora Eliane dos Reis Dias e os demais participantes do curso criamos um blog para interagirmos. Vocês poderão visitá-lo no endereço http://polojf.blogspot.com/
    Esperamos que os cursistas de nosso pólo participem mais.
    Criei também um blog para publicar algumas de nossas interações no e-proinfo. Visitem o meu blog e contribuam com suas opiniões em uma de minhas experiências com mídias, clicando em Sou Marieme...
    http://marieme-aprendendosobretecnologias.blogspot.com

    Abraços a todos...

    ResponderExcluir
  3. Olá pessoal do G4 e demais participantes do curso de Tecnologias da PUC- Rio
    Agradeço o convite para participar desse Seminário e poder partilhar algumas ideias. Minha prática é de sala de aula, já tive alunos desde a educação infantil até o ensino técnico , pós médio. Desde 2005 venho utilizando o blog como ferramenta pedagógica na realização de projetos com alunos e como meio de formação profissional. Na época pouco se ouvia falar em blog, achei a novidade em uma oficina, empolguei na hora , busquei ajuda e mais informações em rede, agendei um chat sobre o tema e nele foi decidida a criação de uma lista de discussão que começou com 5 elementos e hoje já somos quase 1000. Tenho muita história para contar nesses anos de uso dos blogs, e uma mudança radical na minha vida profissional e pessoal a partir do uso deles. As vantagens na utilização com alunos são evidentes, já citadas por muitos, inclusive pela Betina , na matéria indicada pela Ana Regina. Destaco entre elas a motivação e auto-estima que podemos incentivar nos alunos, já que os colocamos em contato com o mundo, numa aprendizagem mais contextualizada. Ou seja, eles passam a ser autores, escrevem para muitos intercocutores com um objetivo real, não apenas para o professor ler e corrigir.Estes, ao comentarem suas publicações, passam também a serem co-autores, numa troca de ideias que faz acontecer o conhecimento. O que faz do blog uma ferramenta eficaz é a característica interativa que lhe é inerente. Usar o blog só para publicação e continuar presos à sala de aula, sem contato com outros, não funciona muito bem , não atrai. Por isso é essencial que o professor seja o mediador, que faça pontes, intercâmbios, que desafie, instigue, seja responsável e provocador.Aqui destaco a importância do professor manter o seu blog pessoal para contato com outros educadores, buscando parcerias de trabalho, formação, atualização e exercício da própria autoria, refletindo sua prática.Não adianta querer exigir do aluno o que não fazemos. Sejamos, pois , autores para dar o exemplo.

    ResponderExcluir
  4. ...continuando o comentário anterior
    Gostaria de comentar as três desvantagens apontadas pela Ana Regina no comentário anterior:
    - o aluno não possuir o computador em casa.
    Penso que esse é um motivo a mais para a escola trabalhar a inclusão digital, porque muitos só tem a oportunidade através dela. Especialmente a escola pública tem esse papel.
    - o aluno ficar intimidado em expor suas idéias (talvez por insegurança).
    Pela experiência que tenho, são poucos os casos em que isso acontece. Geralmente ocorre o contrário. Os alunos sentem-se estimulados a escrever, publicar porque percebem que suas ideias são valorizadas, o que eleva sua auto-estima.
    - o aluno não escrever de forma correta, etc...
    Também questiono um pouco isso. Quando os alunos sabem que serão lidos por muita gente, tendem a se preocupar com uma escrita mais rebuscada. Pela facilidade de editar os textos publicados, o professor tem oportunidade de orientar a correção.Se mesmo assim, permanecer algum erro, não considero tão grave considerando que é num contexto em que os alunos estão num processo de aprendizagem. Mais grave é negar a oportunidade de partilhar ideias. O medo de que surjam ideias divergentes, nos comentários, muitas vezes é um argumento contra os blogs, mas está justamente aí a oportunidade de exercitar a aceitação de diferenças, princípio de uma sociedade democrática, onde as pessoas devem conviver pacificamente, mesmo pensando diferente.
    Estou sempre testando diferentes formas de trabalho com os blogs e posso concluir que não é tarefa muito fácil fazer o aluno pensar, ter iniciativa. Mais fácil é o comodismo da aula tradicional.Mas como educadores não podemos escolher o que é mais fácil, mas o que é mais necessário para formar cidadãos atuantes e comprometidos com a justiça social.Não considero o mais importante o uso da tecnologia, mas o uso de uma mente aberta, como sempre diz o querido Moran.Nenhuma tecnologia faz o milagre, que deve acontecer antes numa postura interna em aprender de forma mais colaborativa. Me empolguei aqui, não é mesmo? Alguém continua o papo?

    ResponderExcluir
  5. Parabéns pela iniciativa e pelo desejo de partilha e interação entre professores e acadêmicos. Nosso fazer docente só adquire sentido quando o aluno é "sensibilizado" e se dispõe a construir o seu conhecimento. Na época em que lecionava em escola pública, iniciei uma experiência com blogs em duas turmas de terceira série: a primeira observação foi evidente - não era necessário ensinar-lhes a "construção" de um blog, eles descobriram ferramentas, eles compuseram layouts característicos para cada blog. O primeiro ponto negativo foi exatamente a reação negativa dos colegas da escola que temiam não "controlar" mais o conhecimento dos alunos - uma lástima. Concentrei-me então no aprendizado deles, exceção feita a dois grupos, os demais apresentaram os conteúdos, organizaram e sistematizaram os pontos básicos e, mais tarde, fizeram a apresentação oral das obras literárias que havia lhes cabido "na divisão de tarefas". Antes de me exonerar, estava iniciando uma experiência com webgincana, via blog, mas ela foi interrompida...posso afirmar-lhes, sem dúvida, que eles estavam "se mexendo", abandonando o lugar comum, lotando a biblioteca e o LabIn...pra mim, foi gratificante e quero crer que eles aproveitaram muito. abçs e sucesso :)

    ResponderExcluir
  6. Olá Beth e membros do Grupo 4C!
    Parabéns pela iniciativa! É um espaço maravilhoso de interação.
    Eu ainda, não tenho experiência com o uso de blogs, apenas visito alguns de amigos com comentários positivos. Porém, como mediadora, vejo que alguns alunos da pós de Tecnologias em Educação (2009), se utilizam com muita propriedade e fazem do blog uma ferramenta de autoria e coautoria, sendo todos bem sucedidos.
    É isso. Mais sucessos para o grupo.
    Um grande abraço,
    Célia (Grupo B).

    ResponderExcluir
  7. Oi, pessoal!

    Cheguei aqui a partir da Blogosfera da Marli!
    Esse aqui quer neste blog... e também quer dizer na web!

    Já explico: foi lendo o blog Vida Secas, da Marli e dos alunos dela, que comecei a descobrir essa interface!!! E aos poucos tudo foi fazendo sentido para mim.

    Como professora de língua portuguesa, sempre busquei alternativas para tornar menos artificiais as práticas de escrita dos alunos... e o blog como suporte de texto, com possibilidade de leitores reais e ainda interação, caiu como uma luva!

    Virei blogueira para aprender... me descobri autora... com muita coisa para dizer...

    Agora, já me atrevo em alguns projetos com os alunos do curso normal em nível médio e aproveitamento de estudos!

    Ah, comecei o curso de Especialização Tecnologias em Educação aqui no RS, em setembro!!! Sou da turma RS07, nossa mediadora é a Fernanda Serpa Cardoso!!!

    Abraços!!!

    ResponderExcluir
  8. Oi, de novo!

    No comentário que fiz antes, não mencionei os cursos do ProInfo Integrado de que participei aqui em Uruguaiana-RS. Eles também foram definitivos para as minhas andanças na web.

    Sobre as desvantagens no uso dos blogs...

    O fato do aluno não possuir computador em casa é real, por isso, como disse a Marli, o papel social da escola na inclusão digital é fundamental.

    Percebo, entre os alunos, que a maioria tem vergonha de dizer o que pensa... Quando os recebo, no ensino médio, trazem uma história de escrita apenas para o professor ler e corrigir. A maioria dos professores, ainda, são caçadores de erros, não tem a postura de leitores dos textos dos alunos... interessa-lhes menos as ideias e mais os erros... E erro visto como fracasso, não como construção...

    Aos poucos, ao verem os textos publicados ,os alunos vão construindo a autoria.

    Pela minha vivência, usar as tecnologias na educação exige que o professor se movimente, que saia do seu lugar cômodo de “lecionador” e isso poucos estão dispostos a fazer! Infelizmente!

    Como disse a Marli: “não podemos escolher o que é mais fácil, mas o que é mais necessário para formar cidadãos atuantes e comprometidos com a justiça social.”

    Abraços!

    ResponderExcluir
  9. Boa noite Elizabeth!

    O blog é uma excelente ferramenta pedagógica que os professores precisam explorar. Como visto no filme é atual, é divertido é sensacional, interativo...
    Minha primeira experiência com blog como ferramenta pedagógica aconteceu no curso “Teclar e Estudar...é só começar” (TECLE), projeto desenvolvido pelo Núcleo de Tecnologia Educacional da SRE de Ponte Nova com apoio da SEE/MG.
    No ultimo Encontro Presencial os professores aprendem a criar o blog. Uma das atividades à distância é a proposta da criação do blog da escola, onde eles divulgam o desenvolvimento do projeto, proposto no curso. O objetivo do blog da escola é a divulgação dos trabalhos desenvolvidos pelos professores.
    No curso Introdução à Educação Digital (40h) o blog foi utilizado como ferramenta pedagógica com a mesma proposta do curso TECLE.

    www.ntepontenova.blogspot.com
    http://portal.educacao.mg.gov.br/wprsee/wprptn/
    http://www.ntepontenovaproinfo.blogspot.com/

    Abraços,
    Emanuelle

    ResponderExcluir
  10. Oi Beth, pessoal do G4 e demais participantes do curso de Tecnologias da PUC- Rio.

    Minha experiência com blogs começou em agosto do ano passado e confesso que antes nem sabia da existência deles e muito menos de seu uso na Educação. Como aluna de um curso que fiz para Auxiliar de Ambiente Informatizado, fiquei sabendo que uma das atividades seria a construção de um blog. Então me antecipei e comecei a estudar o assunto e criei um blog para minha escola, e, aos poucos fui percebendo o quanto facilitava o trabalho com os alunos, além de possibilitar a divulgação das atividades desenvolvidas na escola.Depois de criado e já com postagens relevantes, fizemos a divulgação para a toda a comunidade, e principalmente os alunos gostaram muito e fizeram comentários nas postagens. Um facilitador que percebi logo de início foi a possibilidade "guardar" uma lista de links mais usados,deixando-os sempre próximos para quando precisássemos. Quando realizei a atividade no curso tive que criar um outro blog, e a proposta era que fosse temático. Então criei um blog sobre animais do Cerrado,por ser um tema do qual gosto e também porque alguns professores da escola estavam desenvolvendo projetos sobre animais. Propus aos professores o uso do blog com os alunos e o resultado foi bastante positivo. No final do ano, comecei a pensar que seria importante trabalhar a questão da autoria e co-autoria, utilizando as TIC. Então achei que seria importante trabalhar primeiro com os professores para que eles então se sentissem mais motivados e confiantes a desenvolver trabalhos e projetos com os alunos, usando os recuros das novas tecnologias. Assim, criei um blog para ser desenvolvido em co-autoria com os professores. E deste o início do ano estou tentando envolver os professores no projeto do blog colaborativo, mas a participação (embora tenha crescido ultimamente) continua pequena. Já desenvolvemos alguns projetos de autoria e co-autoria com os alunos (não de criação de blogs)usando o blog para divulgação das produções dos alunos, que participaram ativamente fazendo comentários. Pensando em envolver mais os professores estou desenvolvendo com eles uma oficina de blogs, pois acredito que conhecendo melhor o blog e suas possibilidades, eles se sentirão mais seguros e motivados a usálo também com so alunos.
    Os endereços dos blogs são:
    http://emwaterloo.blogspot.com
    http://faunadocerrado.blogspot.com
    http://salavirtualwaterloo.blogspot.com

    Iliana Rosa

    ResponderExcluir
  11. Queridos blogueiros: Ana Regina, Marieme, Marli, Elaine, Celia, Suely, Emanuelle e Iliana...
    OLÁ, TODOS.

    Prazer imenso tê-los aqui fomentando esta pequena e ao mesmo tempo grandiosa discussão. Sabem, é a minmha primeita experiência com blogs e estou amando.

    Lendo as experiências de vocês, pude perceber o quanto com criatividade é possível se fazer um excelente trabalho, formar cidadão críticos, autônomos.

    Continuemos a pensar na coautoria junto a nossos alunos e também junto aos nossos professores. Acho que este é o movimento.

    Afinal: "Especialistas em educação são unânimes em reconhecer que as novas tecnologias da informação e da comunicação revolucionaram a educação à distância, possibilitando interações que abrem caminho para processos educacionais com elevado padrão de qualidade e que se refletem na educação presencial, dando-lhe uma nova dinâmica. (NEVES, 2005, p.19"
    NEVES, Carmen Moreira de Castro. Pedagogia da Autoria. In Boletim Técnico do Senac – Rio de Janeiro: Órgão Oficial do Senac/ Departamento Nacional. V.31, n.3, set/dez. 2005. (págs: 19-27)

    Abraços para quem é de abraços e beijos para quem é de beijos, Beth

    ResponderExcluir
  12. Queridos participantes,
    Parabéns ao grupo! A demonstração didática de utilização de blog que vocês estão nos proporcionando prima pela simplicidade e correção pedagógica. Poder socializar saberes é sempre convidativo e prazeroso. Obrigada pela oportunidade de participação. Beijo carinhoso, Cely

    ResponderExcluir
  13. Obrigada pelo carinho de sempre, querida Cely. :)Abraços e beijos, Beth

    ResponderExcluir
  14. Ola Beth!
    Eu não estou muito familiarizada com a "didática" dos blogs, mas, pelo que estou vendo aqui, o blog parece ser um recurso interativo e eficiente... já estou até postando comentário!!..rs
    Vi os vídeos e, sinceramente, percebi que preciso me preparar muito para voltar à sala de aula no próximo ano. Para isso, o curso de Especialização Tecnologias em Educação está me ajudando bastante.
    Obrigada pelo seu trabalho como mediadora: tem facilitado a minha jornada.
    Parabéns ao trabalho do grupo e sucesso... afinal, o successo de vocês é ponto positivo pra nós educadores!!
    Abraços,
    Rosilene - Turma DF01

    ResponderExcluir
  15. Oi, Rosi!
    Que bom que você está gostando do nosso curso e experiência. Obrigada por ter blogado aqui conosco. Sabe... Adorei ver que você também citou o blog da Marli lá em nosso fórum... Show!
    Abraços e beijos, Beth

    ResponderExcluir
  16. Olá, Beth. É Vagner Duarte, seu "ex-tagiário" daC&V. Não consegui seu contato, portanto faço uma investida aqui pelo blog. Meu email é emailduartevagner@gmail.com Beijos e sucesso.

    ResponderExcluir
  17. Vcs poderiam me fornecer referencias na área de Co-autoria?

    Obrigada!

    ResponderExcluir
  18. Estou alegre por encontrar blogs como o seu, ao ler algumas coisas,
    reparei que tem aqui um bom blog, feito com carinho, Posso dizer que gostei do que li e desde já quero dar-lhe os parabéns, decerto que virei aqui mais vezes.
    Sou António Batalha.
    Que lhe deseja muitas felicidade e saúde em toda a sua casa.
    PS.Se desejar visite O Peregrino E Servo, e se o desejar siga, mas só se gostar, eu vou retribuir seguindo também o seu.

    ResponderExcluir